TU-FCUL em Acção‎ > ‎TerTUlias‎ > ‎

“Existem modelos sociais alternativos ao actual? Reflexão sobre a experiência na iniciativa de Transição em Telheiras"


Na passada quarta feira, dia 16 de Novembro, no âmbito das terTÚlias, assistimos com curiosidade à apresentação informal e descontraída do Filipe Matos, com o título Existem modelos sociais alternativos ao actual? Reflexão sobre a experiência na iniciativa de Transição em Telheiras" um ano depois.

Entre muitas coisas interessantes, o Filipe falou sobre o que correu melhor e sobre o que correu menos bem, apontando de forma concreta alguns pontos-chave. Falou também dos aspectos que foram mais difíceis e em algumas sugestões de melhoria/alternativas.

Quisemos aproveitar a experiência contada pelo Filipe para averiguar a possibilidade de em alguns pontos, estabelecer paralelismos com o TU e beneficiar com a aprendizagem que nos estava a ser transmitida.

Após a sua apresentação abriu-se um espaço de discussão onde foram abordadas temáticas como:

  • A necessidade de clarificar determinados conceitos que podem não ser fáceis de entender para toda a comunidade: “Plano Descendente de Energia” por exemplo.

  • A necessidade do envolvimento e sensibilização do poder local e das comunidades. Não deveríamos esperar que as entidades governamentais actuassem. Ao invés, deveríamos ser nós, comunidade, a propor a mudança (projectos, etc) e utilizar estas entidades como apoiantes/colaboradores. Ou seja, o governo como um meio e não como um fim.
  • O “colectivo sem identidade”. A urgência de emergir um “colectivo individual”. Actualmente, com todas as novas tecnologias de informação e comunicação, pode ocorrer o isolamento, não físico, mas social. A maioria das pessoas perdeu, ou não expressa a sua individualidade e o colectivo que existe tornou-se difuso e frágil. É importante reconstruir o colectivo onde há espaço para a nossa individualidade, onde cada um é único e aceite.

O assunto não se esgotou, mas a hora sim.

Saímos rejuvenescidos, inspirados e motivados para a próxima terTÚlia! J


Obrigada Filipe e a todos os que quiseram partilhar connosco. 

Comments